11/7/2020 -






-----

Guarapuava 2ª parte: lazer



Guarapuava é conhecida como "Cidade dos Lagos". E não é a toa. São vários lagos espalhados pela cidade que se transformaram em parques e espaços para lazer e diversão. O Rio Jordão é o principal, mas o município também é banhado por outros rios, inclusive o São Francisco que é a nascente principal do Rio Ivaí. Na imagem acima a "Lagoa das Lágrimas".




A Lagoa das Lágrimas está localizada na área central da cidade. Nesse espaço é possível passear de pedalinhos. Tem parquinho para as crianças. Pista de caminhada e equipamentos para ginástica, inclusive para cadeirantes. É permitido passeio de bicicleta ao redor do parque. O nome vem de uma lenda indígena. Uma moça ficou apaixonada por um rapaz de outra tribo. Quando o romance foi descoberto, o rapaz foi morto pela tribo a qual a mulher pertencia. A mulher chorou tanto que formou uma "lagoa de lágrimas".




Outro local de destaque em Guarapuava é o Parque do Lago. E está localizado a menos de 1 quilômetro do "Lago das Lágrimas", próximo ao centro.




O Parque do Lago não fecha. Por isso é possível fazer caminhadas inclusive durante a madrugada. A pista é iluminada. Conta com banheiros, pista de skate, equipamentos para ginástica e parque infantil. As pontes de madeira são destaques.




Visitamos o parque em março de 2020. Os moradores disseram que ele fica ainda mais bonito principalmente em julho quando as cerejeiras "apresentam suas flores". Geralmente as principais festividades de Natal são realizadas nesse parque. O evento inclui a participação de um coral natalino da cidade que é formado por quase 3 mil crianças.







O que observamos nesse parque é uma quantidade muito grande de crianças e pessoas tomando chimarrão. Ao redor você pode saborear um lanche ou tomar um caldo de cana do "Seu João". Outro detalhe é que a pista de caminhada tem marcação de distância. E percebemos que cada volta tem 4 quilômetros.




Outra área de lazer em Guarapuava é o Parque Municipal das Araucárias. Está localizado na saída para Ponta Grossa/Curitiba, a 5 quilômetros do centro da cidade, porém faz parte da chamada "área nova", um grande empreendimento imobiliário.




Na imagem acima, ao fundo, a área preservada de araucárias. É permitido passeio pelas trilhas. No local funcionam a Secretaria do Meio Ambiente e o Museu de Ciências Naturais. Os visitantes contam com 3 áreas de estacionamento. De uma ponta a outra o parque tem 1 quilômetro e meio. Não é permitida a entrada na área de mata em dias nublados ou chuvosos devido ao risco de raios e quedas de árvores. Por isso infelizmente, pelo menos nessa visita não pudemos entrar.




O Parque Municipal das Araucárias foi criado em 1991. São 76 hectares de florestas, abrigando 23 ha com Araucárias (que sobreviveram aos homens).




Ao redor do Parque das Araucárias, surgiu um grande empreendimento imobiliáriio denominado "Cidade dos Lagos". É um bairro planejado que está se tornando a parte moderna de Guarapuava. São 3 milhões de metros quadrados, com modernos edifícios comerciais e residenciais. Várias instituições estão sendo transferidas para esse local, como veremos logo abaixo.







O primeiro grande investimento nessa nova e moderna área de Guarapuava é a do Shopping Cidade dos Lagos. São 40 mil metros quadrados.




O Shopping tem 60 lojas. Com 3 lojas âncoras e 4 megalojas. Possui 4 salas de cinema, hipermercado, lotérica, parque para crianças e 1.418 vagas de estacionamento. Entre as lojas mais conhecidas estão Macdonalds, Burger King, Hawaianas, Marisol, Polishop, Renner, Riachuelo, Valisere, Chopp Brahma, Subway. Mas fica uma dica: vale a pena saborear o "Pastel do Pistola", que é alí mesmo de Guarapuava, e é um dos mais frequentados do Shopping.




Nessa nova área de Guarapuava conhecida por "Cidade dos Lagos", foi inaugurado recentemente o novo Fórum da Comarca. São 14 mil metros de área construída.




Nessa moderna área de Guarapuava estão despontando edifícios modernos. A UTFPR (Universidade Tecnlógica Federal) também passou a fazer parte desse novo espaço. Na imagem o prédio ao fundo na cor laranja. As novas instalações da universidade foram inaguradas em 2014.




Ainda no bairro Cidade dos Lagos está em construção (março/2020), o moderno Hospital do Câncer de Guarapuava.




Com toda a certeza essa nova área urbana de Guarapuava é uma das mais modernas do Brasil. A maioria das pistas são duplas com amplos canteiros, câmeras monitoram o tráfego e para entrar nessa região existem 3 acessos e todos eles possuem uma guarita de segurança que monitora quem entra e quem sai.




E como ninguém é de ferro. Para fechar essa segunda parte de Guarapuava fizemos uma rápida enquete na cidade. Perguntamos qual o melhor local para se tomar um chopp. Ganhou a enquente o estabelecimento chamado Dom Henrique. Está localizado na Avenida Vicente Machado, centro, a uma quadra da Catedral.

EM BREVE A TERCEIRA PARTE SOBRE GUARAPUAVA ABORDANDO A RELIGIÃO E A HISTÓRIA.

* Veja aqui a 1ª parte sobre Guarapuava





Visão desde a piscina !!



Quem estiver na piscina do Edifício Fiorella, terá uma ampla visão da cidade de Campo Mourão. O prédio está localizado na esquina da Avenida Goioerê com a Rua São José.



O Edifício Fiorella, é hoje o mais novo e moderno de Campo Mourão. O prédio conta com vários sistemas eletrônicos e inovadores. A conta de gás por exemplo é verificada sem a presença da empresa no edifício. O gasto é registrado em tempo real pela fornecedora via internet. Existem conectores especiais para aspirador de pó com aspiração central. A área social é dotada de sala de cinema, espaço fitness, espaço mulher com SPA, lan house, salão de jogos, salão de festas com churrasqueira. Cada apartamento conta com ampla sacada com churrasqueira. Para ver as fotos de Campo Mourão maiores e mais abrangentes clique aqui.





Curiosidades de Campo Mourão



Até 1983, o prédio mais alto de Campo Mourão ( 7 andares) era o do Hotel Santa Maria, perto da Catedral. Naquele ano, começou a construção do Edifício Panorama com 15 andares. Foi o primeiro da cidade a passar dos 7 andares. O prédio está localizado na Rua Interventor Manoel Ribas, esquina com a avenida Irmãos Pereira, em frente ao Clube 10 de Outubro.


Praça Getúlio Vargas



Até setembro de 1955, a Praça Getúlio Vargas, a primeira de Campo Mourão, era chamada de "10 de Outubro", em homenagem a data de emancipação do município. Até então a quadra era um bosque com muita gabiroba e pitanga, onde as pessoas se encontravam para fazer churrasco e conversar. Obras como as calçadas para os passeios, plantio de árvores, chafariz e coreto só começaram a ser feitos em 1956. O chafariz conta com quatro "musas" que representam as estações do ano.




O coreto foi palco de várias atrações, principalmente nos anos 60 e 70. O grande destaque era a Banda Municipal. Famílias se reuniam ao redor do coreto para acompanhar as apresentações. Os bancos eram de cimento com nomes das empresas patrocinadoras.




O que pouca gente sabe ou se lembra que a praça era maior. Em 1967, uma parte foi destinada a construção da nova rodoviária. Hoje biblioteca municipal (foto acima). Na obra foram abertas também duas ruas : uma para a entrada de ônibus e a outra para a circulação de veículos e que incluia um ponto de táxi. Mesmo assim, ainda ficou um pedaço da praça. Esse espaço foi sendo ocupado pela antiga Telepar, Colégio Santa Cruz e mais recentemente pelo Terminal do Transporte Coletivo Urbano.




Pouco tempo depois da inauguração, a Praça Getúlio Vargas foi "incorporada" a Praça São José (Catedral). Mas elas eram divididas pela Rua Brasil, que foi fechada com calçadão nos anos 80. Nos anos 90, com a revitalização das praças, um pequeno trecho foi reaberto para a passagem de automóveis. Para ver mais informações e fotos de Campo Mourão em tamanho maior clique aqui.


Formato único para avenidas



Me corrijam se estiver errado, mas Campo Mourão deve ser a única cidade no Brasil que na área central tem 10 avenidas de mão dupla com canteiro dividindo as pistas, de forma paralela e em linha reta. As 10 avenidas estão no sentido Maringá/Goioerê. A mais extensa é a Comendador Norberto Marcondes com 3 quilômetros e meio, e a menor é a Afonso Botelho com cerca de 2 km. As avenidas estão separadas entre elas em média por 150 metros. A imagem acima é da Avenida Goioerê, a quarta mais movimentada da cidade. Tem pouco mais de 3 quilômetros e se destaca pelos Ipês. Para ver fotos de Campo Mourão em tamanho maior clique aqui.


-

Bela vista da Caroba
Pome
Integrado

[ voltar ]