Nova Aurora é capital do peixe e tem 3 feriados municipais



Nova Aurora está localizada a 120 quilômetros de Campo Mourão e a 63 km de Cascavel. Tem 11 mil 866 habitantes. Está na posição 160 entre os 399 do Paraná. Trinta e três por cento das famílias recebem meio salário mínimo por pessoa. O salário médio mensal é de 1.9 salários mínimos.

Veja aqui nosso especial sobre Nova Aurora.











Cascavel: um Boeing em plena área rural



Quem chega ou sai de Cascavel pela PR-485, saída para Tupãssi, vai encontrar um Boeing 737-200, da empresa áerea Vasp, fundada em 1933 e que por dívidas teve que encerrar as atividades em janeiro de 2005. O avião tem 30 metros de comprimento e 28 metros de envergadura e conta com todos os equipamentos, incluindo as turbinas. Está na área rural, ao lado de um aeroporto executivo (particular). CLIQUE AQUI E SAIBA COMO ESSE AVIÃO FOI PARAR LÁ

VEJA AQUI O NOSSO ESPECIAL SOBRE CASCAVEL





Mandaguari já foi maior que Maringá..



Mandaguari tem duas paróquias, as duas localizadas na área central da cidade, menos de um quilômetro uma da outra. As duas são tão próximas que o pessoal por lá não gosta de dizer qual é a principal. "Aqui a gente considera as duas como matriz", comentou um dos moradores. CLIQUE AQUI PARA MAIS CURIOSIDADES E IMAGENS EXCLUSIVAS DE MANDAGUARI






Palmeira, cidade com 200 anos



Quando viajamos até Curitiba, ou ao litoral, passamos por Palmeira, na região de Ponta Grossa. Ocorre que enxergamos uma pequena parte da cidade, que fica mais no alto. O centro, com prédios históricos e bastante movimento, fica na região mais baixa e não aparece para quem está na rodovia. VEJA AQUI IMAGENS EXCLUSIVAS E CURIOSIDADES SOBRE PALMEIRA





Pitanga: o centro do Paraná



Pitanga é considerada a "mãe" de Campo Mourão. O município se destaca por sua grande igreja ucraniana, pelos morros e também por ser oficializada como a cidade localizada no centro do estado do Paraná, inclusive conta com um Marco Geodésico em forma de mirante. VEJA AQUI MAIS IMAGENS EXCLUSIVAS E CURIOSIDADES SOBRE PITANGA

O menor município do Paraná



Jardim Olinda, tem apenas 1.403 habitantes. É a menor cidade do Paraná e está entre as 15 menores do Brasil. E não é uma localidade nova. Foi elevada à condição de município em 1964. Porém atrai muitos turistas. VEJA AQUI MAIS IMAGENS EXCLUSIVAS E CURIOSIDADES SOBRE JARDIM OLINDA





Porto Rico: praia, pesca, famosos, mansões e pousadas



Porto Rico, a 214 quilômetros de Campo Mourão, no extremo noroeste do Estado, às margens do Rio Paraná, na divisa com o Mato Grosso do Sul, conta com apenas 2.561 habitantes. Não está entre os 230 mais ricos. Mas isso não é problema. É lá que o pessoal do dinheiro investe em compra de terrenos e imóveis de alto padrão.... VEJA AQUI MAIS IMAGENS EXCLUSIVAS E CURIOSIDADES SOBRE PORTO RICO

VEJA AQUI O NOSSO NOVO SITE: PARANÁ EM FOTOS


Única cidade sem coronavírus..



Boa Ventura de São Roque, na região de Guarapuava, é no momento a única cidade, das 399, do Paraná que ainda não teve registro do vírus Covid 19. Estivemos lá em março, bem no início da pandemia no nosso estado. VEJA AQUI MAIS IMAGENS EXCLUSIVAS E CURIOSIDADES SOBRE BOA VENTURA DE SÃO ROQUE


Um castelo em Maringá???



Parece, mas na verdade é o Mosteiro dos Araútos do Evangelho. A obra em fase final, lembra um castelo medieval. Na saída para Iguaraçu (com agendamento) é possível visitar o mosteiro dos Araútos do Evangelho. VEJA AQUI OUTRAS CURIOSIDADES E INOVAÇÕES QUE ENCONTRAMOS PELO PARANÁ

Estivemos em Douradina e na famosa empresa Gazin



Douradina é uma cidade localizada na região de Umuarama. Lá começou e está localizada a sede da empresa Gazin, uma das maiores do Brasil. Veja aqui o nosso especial sobre Douradina e a Gazin

Veja aqui o nosso novo site Parana em Fotos


Um negócio fracassado fez surgir a cidade de Londrina



Quando uma empresa inglesa chegou para abrir os campos, onde hoje está Londrina, o objetivo não era plantar café, como muitos imaginam. A iniciativa visava abrir grandes campos para o cultivo de algodão, mas o negócio não deu certo. O fracasso obrigou a mudança de planos... Veja aqui o nosso especial sobre Londrina


O mais novo município do litoral



De Pontal do Paraná até a Ilha do Mel, é grande o congestionamento de embarcações. Em Pontal está localizada uma indústria que fabrica plataformas para a exploração de petróleo. A empresa passou por momentos difíceis com calotes do famoso "Eike Batista". Veja aqui o nosso especial sobre Pontal do Paraná.


Relíquia...



É difícil nos dias de hoje encontrar casas antigas de madeira com 2 pavimentos. Encontramos uma na cidade de Capanema. Pelo que dá para observar, a maior parte das paredes foi construída com "tábuas" inteiras que vão do chão ao teto. Clique aqui e veja mais curiosidades, fatos engraçados e inovações que encontramos pelo Paraná

Veja aqui o nosso especial sobre Capanema

Veja aqui a página inicial do nosso novo site Paraná em Fotos


Cidade dos Dinossauros



Foi aprovado pelos deputados do Paraná, um projeto de lei que institui o título de “Cidade dos Dinossauros” para Cruzeiro do Oeste. Além do nome, o objetivo é conquistar recursos para a preservação e turismo. Cruzeiro do Oeste virou notícia mundial com a descoberta de fósseis do dinossauro Vespersaurus Paranaensis. Veja aqui o nosso especial sobre Cruzeiro do Oeste.


Como nos velhos tempos !!



Se você estiver em Japurá e pretende chegar a São Carlos do Ivaí, cuja distância é de 21 quilômetros, o melhor negócio é a balsa, ou então percorre cerca de 80 km. Em dia "corrido" passam por alí cerca de 40 veículos, a maioria caminhões de cana. No período da noite o valor para automóveis é 3 vezes mais caro que no dia, algo em torno dos 50 reais. Veja aqui outras imagens bem legais do Nosso Paraná.


Sucuri no lago???



Paraíso do Norte, região de Paranavaí, tem um belo Parque do Lago na entrada da cidade. É permitido pescar e até nadar. O pescador que aparece nesta foto diz que viu uma baita cobra sucuri. Um morador contou que é invenção dele, para que as crianças não fiquem gritando e nadando no local e atrapalhando a pescaria.. Veja aqui mais curiosidades que encontramos pelo NOSSO PARANÁ.


A Holanda do Paraná



A seis quilômetros da cidade de Castro (com asfalto), está localizada a comunidade rural de Castrolanda. Trata-se de uma colônia holandesa que começou a ser formada em 1951. Alí fundaram a cooperativa com o mesmo nome, uma das maiores do Brasil. Castrolanda ainda tem um belíssimo museu. Clique aqui para conhecer um pouco mais sobre a cidade de Castro e a chamativa comunidade rural de Castrolanda, com seu maravilhoso museu.


Belo zoológico em Cascavel



Conheça mais sobre Cascavel, a quinta maior cidade do Paraná. A Avenida Brasil, a principal da cidade é uma atração à parte. Cascavel: veja aqui a cidade e zoológico


Ela é muito competente...



Josete Cristina Basílio, era a responsável por muitas delícias em bolos e salgados do conhecido Restaurante Benedita, às margens da BR-277, em Irati (caminho para Curitiba). Ocorre que após muitos anos, Josete, recebeu "uma ótima proposta". Deixou o Restaurante. Agora ela é responsável pelo café da manhã do Hotel do Lago em Dois Vizinhos. Casada, tem 3 filhos, todos com curso superior. Veja aqui mais curiosidades que encontramos pelo NOSSO PARANÁ.


Bela Vista da Caroba



Estivemos em Bela Vista da Caroba. Está localizada a 313 quilômetros de Campo Mourão. É a cidade de número 202 que visitamos no projeto de fotografar e dirigir nosso automóvel em todas as cidades do Paraná. E agora, tudo no novo site CLIQUE AQUI E VEJA FOTOS EM TAMANHO GRANDE E INFORMAÇÕES SOBRE BELA VISTA DA CAROBA E OUTRAS 202 CIDADES, SEPARADAS PELA QUANTIDADE DE HABITANTES E POR ORDEM ALFABÉTICA


Bem vindo à terra da cuca !!



Em Mercedes, na divisa com o Paraguai, a população saboreia mais uma deliciosa cuca do que o tradicional pão frances. Mais informações e fotos sobre Mercedes


Marechal Cândido Rondon: ciclovia no centro em rua estreita



A rua estreita na área central de Marechal Cândido Rondon, não impediu a implantação de uma ciclovia. O estacionamento dos automóveis foi apenas distanciado da calçada. Em trechos ainda mais complicados, a ciclovia sobe para a calçada com faixa devidamente sinalizada. Veja aqui fotos, história, informações e curiosidades de Marechal Cândido Rondon


Universidade Adventista bem pertinho de Campo Mourão



Ivatuba tem menos de 3 mil habitantes, mas conta com uma das melhores universidades do Brasil... PARANÁ EM FOTOS


Entre Rios e o maravilhoso museu



Distrito de Guarapuava, Entre Rios se destaca por suas colônias, a Cooperativa Agrária, suas construções e o belíssimo museu. Vale a pena conferir... PARANÁ EM FOTOS

   

Paraná em fotos/Coluna do Ely
a



   

a



 

a



 

a



 

a



 

a



 

a



 

a

















































































 

 



-----------------

Cafelândia: o quarto PIB per capita do Paraná



Cafelândia é uma cidade situada a 145 quilômetros de Campo Mourão e a 57 quilômetros de Cascavel. É sede da Cooperativa Agroindustrial Consolada (Copacol). Pelo censo de 2010 tem 14.662 habitantes, mas na estimativa feita pelo IBGE em 2000, o número cresceu para 18.456. É o 168º município mais populoso entre os 399 do Paraná. A taxa de escolarização de crianças de 6 a 15 anos é de 98 por cento. É o quarto município mais rico do Paraná, cujo PIB per capita é de 78 mil reais. A média salárial é de 2,1 mínimos mensais. Sessenta e cinco por cento da cidade tem rede de esgoto.





O aniversário de Cafelândia é comemorado no dia 25 de novembro. A prefeitura organiza a festa com praça de alimentação, shows nacionais e barracas típicas. Tudo é realizado no Centro Esportivo Leonel Grigolo que fica ao lado do Ginásio de Esportes e perto do Estádio Municipal. O local é o ponto de lazer da população com pistas de skate e para caminhada, além de parque infantil. Ainda na programação do aniversário, a prefeitura promove uma tradicional uma "miniolimpiada".





Cafelândia conta com agência do Banco do Brasil e mais duas instituições bancárias privadas. A cidade tem cerca de 500 empresas comerciais e de prestação de serviços, além de 200 indústrias. Na área urbana são 6 mil imóveis residênciais. Outras 600 moradias ficam na zona rural. A cidade tem uma emissora de rádio e dispõe de Country Clube.





A Praça Brasília, é a principal da cidade. No local encontra-se a Casa da Cultura de Cafelândia. Possui auditório onde são realizados vários eventos, incluindo festivais de música e peças teatrais. No local também são realizados diversos cursos.





A Praça Brasília é palco dos eventos de Natal e Virada de Ano. No Reveillon tem shows ao vivo e espetáculo com fogos de artifício. Nessa festa são sorteados os prêmios da campanha do comércio da Associação Comercial. Em 2019, foram sorteados vários prêmios, entre eles um automóvel zero quilômetro.







A principal festa da cidade acontece no aniversário quando é realizada a Festa do Frango. Em agosto é servido o tradicional "Café Colonial" e ainda na Praça Brasília acontecem feiras de artesanato e culinária local. O CTG de Cafelândia é denominado de "Chão Sagrado" e é comum os gaúchos servirem o "Entrevero", prato a base de carne, mas com pinhão e legumes.



A principal avenida da cidade é a Munhoz de Mello (foto acima). Cafelândia surgiu por volta de 1950 com o nome de "Caixão". É que os primeiros moradores encontraram um caixão de defundo em um rio. Um padre italiano, Luiz Luise, que atuou na comunidade, se reunião com os moradores e definiram como padroeira a Nossa Senhora Consolata. Em 1961, assim que foi elevado a distrito de Cascavel, o lugar mudou de nome para Cafelândia do Oeste, um ano mais tarde ficou só "Cafelândia". A emancipação foi assinada em 1979, mas só elegeu o primeiro prefeito em 1983.





A Paróquia Nossa Senhora da Consolata pertence a Arquidiocese de Cascavel. Mais uma paróquia na área urbana é a de São Pedro Apóstolo. Outra está instalada no distrito de Penha (Nossa Senhora da Penha). O distrito de Penha fica a 15 quilômetros da sede urbana de Cafelândia, às margens da BR-369 (Campo Mourão/ Cascavel) próximo à Corbélia. Na entrada da cidade tem ainda a gruta de Nossa Senhora.




Bem legal, e está em quase toda a cidade de Cafelândia, é o sistema de iluminação. No mesmo poste duas luminárias. Uma para a rua ou avenida e a outra mais baixa para a calçada. Analisando bem... já faz tempo que Cafelândia não tem muita coisa a ver com o café. A área com soja é de 23.110 hectares. Milho 18.100 e trigo 4.000. O que prevalece mesmo é a produção de frangos com cerca de 6 milhões de aves por ano.





Cafelândia é considerada a Capital do Cooperativismo. Em 1963, surgiu a a Copacol (Cooperativa Agroindustrial Consolata). No início foi para possibilitar energia elétrica na área rural. Em 1969, passou a se dedicar a agropecuária. No município a Copacol tem centro de pesquisa, a cooperativa, supermercados e agroindustrias. Na cidade também está instalado o moinho de trigo Consolata, produzindo farinha de trigo, farinha para bolos, pão de queijo e massas para macarrão.




A Copacol tem 6 mil associados e a capacidade de abate é de 320 mil aves ao dia. Em parceria com a COAGRU de Ubiratã foi criada a Unitá, que abate mais 330 mil aves dia. A Copacol é sócia da FRIMESA, para a qual fornece leite e carne de porco. A Copacol também tem um dos maiores complexos industriais para produção de tilápias da América do Sul. A indústria processa 140 mil tilápias por dia. A Copacol é responsável por colocar Cafelândia entre os 4 municípios mais ricos do Paraná em Pib per capita.





Assis Chateubriand: "Morada Amiga"



Assis Chateubriand está localizada a 144 quilômetros de Campo Mourão e a 46 quilômetros de Toledo. Pelo censo de 2010, tem 33.025 habitantes e pela projeção de 2020 está com 33.340. Ocupa a posição 46 entre os mais populosos do Paraná. Cerca de 4 mil habitantes residem na área rural.





Em Assis Chateubriand o salário médio do trabalhador gira em torno de 2,2 mínimos. O índice de escolarização de crianças de 6 a 14 anos é de 98,6 por cento. Em economia ocupa a posição 111 entre os 399 municípios do Paraná. A cidade é dotada com 44 por cento de rede de esgoto.




O que chama a atenção em Assis Chateubriand é o grande movimento de veículos na Avenida Tupãssi que em determinado trecho passa a se chamar D. Pedro II. Trata-se da principal da cidade. Um dos motivos é que ela é um trecho de rodovia que liga as cidades de Toledo, Umuarama e Goioerê. Outras duas rodovias (Palotina e Brasilândia do Sul) também entram na cidade.




Outro motivo para o grande movimento é o comércio que atrai compradores de várias cidades. Assis Chateubriand, embora esteja perto de Toledo, é servida por lojas nacionais, grandes supermercados, hospitais, agências bancárias, concessionárias de automóveis e máquinas agrícolas e grande variedade em opções para gastronomia.




Assis Chateubriand tem 4 agências bancárias. A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil ficam lado a lado. A cidade conta com duas emissoras de rádio e recebe o sinal de 8 canais de televisão.







Assis Chateubrian tem 3 hospitais. São eles o Hospital Beneficente Moacir Miqueletto (foto acima), Hospital São Lucas e Hospital Osvaldo Cruz. No total são 82 leitos.




O aniversário de Assis Chateubriand é comemorano no dia 20 de agosto. A prefeitura realiza as festividades no Centro de Eventos "Ângelo Miqueletto". Geralmente é servido um bolo gigante. A metragem leva em conta a idade do município. Em 2018, por exemplo, o bolo tinha 52 metros. Em outubro é realizada a Expo Assis.




Até 1966, Assis Chateaubriand foi o maior produtor de óleo de hortelã do Brasil. Hoje a soja domina a paisagem rural com 70 mil e 100 hectares. O milho ocupa 65.500 hectares. O trigo é plantado em 5 mil ha. A mandioca é cultivada em 2.500 ha. Destaque também para a grande produção de frangos e tilápias.




Assis Chateubriand tem cerca de 12 mil e 500 imóveis residenciais na área urbana e cerca de 1.500 na área rural. O município conta com cerca de 200 indústrias e mais de 1.400 empresas comerciais e de prestação de serviços.




A cidade começou a surgir em 1958 através da colonizadora Norte do Paraná, a mesma de Londrina, Maringá, Cianorte e Umuarama. Em 1960, o pequeno povoado que pertencia a Guaira, foi denominado de Tupãssi e virou distrito de Toledo. Em 1966 foi desmembrado surgindo Assis Chateubriand. O nome foi em homenagem ao jornalista Francisco de Assis Chateaubriand Bandeira de Mello, dono dos Diários Associados, em São Paulo e outras capitais. Ele era muito amigo de Oscar Martinez, dono da colonizadora. O ator Lima Duarte, na época na TV Tupi, foi o mestre de cerimônia da solenidade de emancipação.




Um dos pontos de encontro da população de Assis Chateubriand é o Parque São Francisco, localizado perto do centro da cidade. Tem lago, parque infantil, pista de caminhada, área para churrasco e um horto. Em nossa visita o parque estava fechado por causa da pandemia do coronavírus. A cidade também já esteve no Campeonato Paranaense de Futebol com o Grêmio Assis Chateubriand e o Assis Chateubriand Clube.







A história de Assis Chateubriand é divulgada com objetos e fotos no museu municipal instalado na Casa da Cultura (foto acima). O prato típico é "costela ao fogo de chão".




No centro de Assis Chateubriand uma área onde corretores, principalmente de automóveis fazem seus negócios. A população do município aguarda com expectativa o frigorífico da Frimesa que promete ser o maior no abate de suínos da América Latina. A obra encontra-se na fase inicial na saída para Toledo (set-2020).




A cidade é conhecida como "Morada Amiga". Conta com a Cooperativa C. Vale e ainda uma Cooperativa de Produtores de Cachaça.




A Paróquia São Francisco de Assis pertence a Diocese de Toledo. Foi criada em 1974.




Outra paróquia na área central de Assis Chateubriand é a Nossa Senhora do Carmo, fundada em 1964 e que fica ao lado da Câmara dos Vereadores.


Formosa do Oeste: Nome e santo escolhidos pela esposa do fundador



Formosa do Oeste é uma cidade localizada entre Campo Mourão (116 km) e Toledo (75 km), via Goioerê e Assis Chateubriand. Tem 7. 541 habitantes.




Formosa do Oeste é sede de comarca, abrangendo os municípios de Nova Aurora, Iracema do Oeste e Jesuítas.




O aniversário de Formosa do Oeste é comemorado no dia 8 de dezembro. O evento também marca a abertura do Natal. Os festejos geralmente são comemorados com shows nacionais, rodeio e atrações culturais. Toda a estrutura do evento é montada na Praça Ênio Pepino




A média salarial em Formosa do Oeste é de 2 mínimos mensais, o que coloca o município na posição 239 do Paraná. A cidade conta com unidade da Cooperativa Copacol para o recebimento de grãos e um centro de distribuição. A mesma cooperativa também atua no comércio da cidade com um grande supermercados.




O forte da agricultura é soja e milho. Na cidade são 1.874 moradias e na área rural outras 1.037. No comércio são 91 empresas com 465 empregados. (Dados da Rais). A indústria gera em torno de 100 vagas. A taxa de mortalidade infantil é de 12 por 1.000 nascidos vivos. O índice de alfabetização de crianças entre 6 e 14 anos é de 96 por cento. Entre os 399 municípios do Paraná, ocupa a posiçaõ 64 entre os mais ricos. Apenas 5 por cento da cidade tem rede de esgoto.

FOTO - Gruta Nossa Senhora de Lourdes.




Foi desmembrada de Cascavel em 1961. A localidade começou a ser formada em 1958. O nome "Formosa", foi dado por Nilza Pi(e)pino, esposa do proprietário da colonizadora Sinop, que fundou a comunidade. Ela ficou admirada e com as matas e solo fértil. Nilza morreu em acidente de avião nos anos 80 em Maringá. Até 1977 era só "Formosa". Uma lei acrescentou "do Oeste".

Com a colonização, a floresta virgem foi devastada, para dar lugar à agricultura.

FOTO ACIMA: Ainda pela cidade existem algumas grandes árvores da época da colonização.




A Paróquia Santo Antonio. O nome foi um pedido do colonizador Enio Pi(e)pino. Todas as cidades que colonizou pedia esse santo. Pertence a diocese de Toledo.

Formosa do Oeste conta com atendimento do Banco do Brasil e Banco Itaú.

As principais ruas e avenidas têm nomes de capitais brasileiras.


Nova Tebas: era para ser uma colônia grega, mas..



Nova Tebas, é uma cidade localizada a 81 quilômetros de Campo Mourão (76 quilômetros pela rodovia CM/Pitanga e mais 5 km na via de acesso). Pelo censo de 2010, o município estava com 7.398 moradores, mas pela projeção do IBGE feita em 2020, tem 5.448. Ocupa a posição 232 no Paraná. Cerca de metade da população mora na área rural. O índice de escolaridade das crianças de 6 a 14 anos é de 97,5 por cento, figurando na posição 258 no Estado. Apenas 7 por cento da cidade conta com de rede de esgoto. Em tamanho territorial o município figura na posição 119 entre os 399 do Paraná.





O aniversário é comemorado no dia 8 de dezembro com a ExpoTebas e as festividades são realizadas no Parque de Exposições denominado de "Parque dos Arremates". Em junho acontece a celebração a São Pedro Apóstolo, com churrasco, missa, bingo e leilão de gado. A cidade tem um Lago Municipal, mas no começo de setembro (2020), quando estivemos lá o local estava fechado para restauração. Na área rural, em propriedades particulares, existem várias cachoeiras. A maior delas é a Cachoeira Da Anta, com 50 metros de altura.




Na área urbana Nova Tebas tem cerca de 1.600 imóveis residenciais. Outros 1.100 estão na área rural. São 160 empresas comerciais e de prestação de serviços e 7 definidas como industriais. Não tem agências da Caixa ou do Banco do Brasil. Conta com uma instituição bancária privada. Não tem emissoras de rádio.

Na agricultura destaque para a soja com área plantada de 8.500 hectares. Trigo 3.000 hectares. Feijão 1.050. Milho 1.800. O rebanho bovino é estimado em 62 mil cabeças. Em economia Nova Tebas figura na posição 342 do Paraná. A média salarial é de 1,9 minimos mensais. Entre as empresas instaladas no município estão a Coamo (desde 1986), Frango Caipira Sertanejo e uma fábrica de artefatos de concreto.




Um dos mais antigos moradores da cidade é o "Tuca", foto acima. Em 1989, ele trocou Maringá para ser servidor público em Nova Tebas. Hoje, ele está aposentado e mora em uma chácara próximo à cidade. Tuca diz que nunca pensou em deixar a localidade.

CURIOSIDADES - Assim, como "Tuca", os habitantes relatam fatos pitorescos em Nova Tebas. Um deles foi o pedaço de um satélite que caiu na localidade. Em 1988, uma bomba derrubou uma linha de transmissão da rede de energia elétrica de Furnas, afetando dezenas de cidades pelo Brasil.





A Avenida Brasília, a principal de Nova Tebas, chama a atenção pela diferença de altura entre as pistas. A cidade começou a surgir entre os anos de 1940 e 1950 com o nome de Três Barras. Em 1957, como distrito, passou a se chamar Bela Vista. Com a emancipação, aprovada em 8 de dezembro de 1987, o nome foi trocado por Nova Tebas. Embora, Tebas, seja uma cidade da Grécia, a única rua que faz homenagem ao País é a Rua Esparta em frente a igreja matriz, mas ficou uma dúvida. Esparta, uma cidade grega começa com a letra "E" e em Nova Tebas começa com "S".




O nome da cidade é sem dúvidas uma homenagem a Grécia. Isso porque, em 1961, um grego chamado Elias Papanastácio, comprou uma área de terras para o loteamento urbano, visando fundar uma cidade. Em homenagem a sua cidade Natal, Tebas, ele decidiu chamá-la de "Nova Tebas". O sonho dele era criar uma colonia de gregos, como ocorre em outros municípios com colonias alemãs e holandades. Mas não deu certo. A maior parte dos lotes foi vendida a moradores de São Paulo. Elias fixou sua casa próximo a atual igreja São Pedro Apóstolo. A Paróquia de Nova Tebas pertence a diocese de Guarapuava e foi criada em 1975.




 

a
--------------------